terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

OFERENDAS NO BUDISMO




O significado da oferenda no budismo se baseia muito mais na atitude interna de nosso gesto, são expressões da virtude da doação.
Fazer oferendas acostuma a mente a deixar ir os objetos do desejo e favorece a reflexão sobre a reciprocidade e a interdependência.

As oferendas de lamparinas são símbolos de luz e sabedoria, constantes

nas práticas budistas, visam estimular a busca da sabedoria e o fim da nossa ignorância. Na tradição budista, acumulamos méritos para criar circunstâncias temporárias positivas como: saúde, riqueza, longevidade,

etc. Ao fazer a oferenda de lamparinas, temos a intenção de que a luz disperse a escuridão de nossa ignorância e de lugar á clareza e sabedoria.

O mérito obtido pelas oferendas depende da motivação ao fazê-la, do

cuidado ao preparo e da visualização do objetivo pretendido. Pelo poder

da motivação, visualização e bençãos dos seres iluminados, um benefício

inesgotável é criado para nós.

Os elementos materiais presentes nas oferendas budistas são: flores, arroz, velas,lamparinas, incensos, mandalas, água, chás, frutas, pó de

sândalo,

São oferecidas ainda: recitações, leituras de sutras, oferendas de trabalho, cânticos, entre outras práticas devocionais.

Há que se ter consciência que as oferendas no budismo são práticas

que visam a conexão com o buda. Mas sem méritos como a generosidade,

a compaixão, a paciência e o amor, nada se consegue de bom, já que a

vivência de sofrimentos como pobreza, doenças e condições adversas

nos são propiciadas pela falta de mérito.
CLAUDIA BAIBICH
PARA COPIAR, CITE A FONTE




Um comentário:

Sue Mel disse...

Claudia, estou encantada com o seu blog. Sou adepta da Umbanda e tenho procurado ler muito sobre para adquirir conhecimentos. Obrigada.